Como Calcular o Período Fértil no Caso de Ciclos Irregulares

A técnica para o cálculo do período fértil da mulher para evitar ou não a gravidez é uma prática antiga, usada por milhares de  mulheres no mundo inteiro. Para utilizar esse método, as mulheres precisam primeiramente observarem atentamente seu ciclo menstrual, para saber se elas apresentam um ciclo regular ou irregular.

A ciência mostra que é possível calcular o período fértil de qualquer mulher com a finalidade de realizar o chamado coito programado ou como é mais conhecido método da tabelinha. Este é um método contraceptivo sem a ingestão de hormônios e constitui uma forma natural de se programar uma possível gravidez.

Para o cálculo do período fértil de uma mulher, o primeiro passo é considerar a ovulação, momento em que ocorre a liberação do óvulo, que passa pelas trompas de falópio e segue em direção ao útero e cujo objetivo é ser fecundado. Caso não ocorra a fecundação por meio do espermatozóide em até dois dias, o óvulo se dissolve a caminho do útero, que assim, tem suas paredes descamadas provocando no 28º. dia, a famosa menstruação. Em mulheres com ciclos regulares de vinte e oito dias, o processo de ovulação ocorre no 14º. dia,  contado após o primeiro dia da menstruação.

Então, para que seja feita uma estimativa do período fértil, é preciso fazer uma contagem de catorze dias corridos a partir do primeiro do sangramento. Na tabelinha, conta-se normalmente três dias antes do 14º. dia e  três dias depois do 14º. dia. Sendo assim, o período fértil de uma mulher com ciclo regular estará entre o 11º. dia  e  o 17º. dia, contados a partir do primeiro dia da última menstruação.

Embora seja mais difícil, todo este processo pode ser aplicado também para calcular o período fértil no caso de ciclos irregulares. Mas aqui é preciso uma atenção redobrada: é necessário que a mulher observe o seu ciclo por três (3) meses consecutivos, para que seja feita uma estimativa mais precisa.

O cálculo deverá ser feito da seguinte maneira: faça uma média dos seus três últimos ciclos. Se o primeiro ciclo avaliado foi de 34 dias, o segundo de 36 e o outro de 38 dias, a média ficará em 36 dias. Assim como num ciclo regular de 28 dias, no qual o dia mais fértil é o 14º. dia (metade do ciclo), no cálculo do período fértil do ciclo irregular em questão, a ovulação ocorrerá, provavelmente, no 18º. dia (metade do ciclo), contado após o primeiro dia de sangramento. Assim como no caso do ciclo regular, considere também na determinação do período fértil três a quatro dias antes e depois do 18º. dia, já que a irregularidade do ciclo, não garante a precisão do cálculo.

Há também vários sinais de ovulação demonstrados pelo corpo feminino que devem ser observados pela mulher para confirmar se está ou não no período fértil: o muco vaginal que lembra a clara de ovo fica mais espesso além de ser expelido em maior quantidade; há um aumento na temperatura corpórea que pode chegar até 36,5ºC;  e há, de forma muito evidente, um aumento no apetite sexual.

Lembre-se de que este cálculo poderá variar inclusive por motivações externas como cansaço, stress e má alimentação, que provocam ausência de sono e, portanto, variações hormonais. Se houver o desejo de engravidar, o ideal é manter relações sexuais de 3 em 3 dias, ou todos os dias durante todo o período fértil.

Desse modo, basta que fique de olho nos ciclos menstruais e nos sinais do seu corpo!



Deixe um Comentário