Os 7 Primeiros Sintomas de Gravidez

O período gestacional vem acompanhado de alguns sinais no corpo feminino que variam um pouco de mulher pra mulher. Normalmente, os primeiros sintomas de gravidez chegam antes do atraso da menstruação, aproximadamente 3 semanas após o óvulo ser fecundado. No entanto, algumas mulheres conseguem sentir esses primeiros sintomas apenas 6 dias depois de terem realizado a relação sexual que deu origem a fecundação.

Os primeiros sintomas de gravidez muitas vezes acabam ocorrendo sem que a pessoa perceba. Por esse motivo, a forma mais segura de saber se você está mesmo grávida, é realizando um teste de gravidez. Existem aqueles famosos testes de farmácia, com uma eficácia bastante aceitável e o exame de sangue, cujo resultado não deixa nenhuma dúvida. É importante que, na ocorrência de qualquer dúvida, a mulher procure um ginecologista e esclareça todos os possíveis questionamentos que pairam sobre sua cabeça nesse momento.

Os 7 Primeiros Sintomas de Gravidez

Como já dito, os primeiros sintomas de uma gravidez podem acabar ocorrendo de maneira tão discreta e que a mulher pode acabar não percebendo-os. Entretanto, se você ficar atenta, muito provavelmente conseguirá sentir alguns deles:

  • Corrimento vaginal de coloração cor-de-rosa: depois que o óvulo é fecundado, existe a probabilidade de ocorrência de um pequeno corrimento rosa. Na realidade, este corrimento é característico da mulher e ocorre devido ao acúmulo de muco na região da vagina. No entanto, este corrimento vem acompanhado com um pouco de sangue provocado quando o espermatozoide entra no óvulo e quando ele se desloca até chegar ao útero. O início do corrimento varia de mulher para mulher, algumas percebem este líquido em sua calcinha poucos minutos depois da relação sexual, outras percebem-no depois de 3 dias da relação sexual. Essa variação ocorre porque o espermatozoide, dentro do corpo feminino, tem uma vida útil de aproximadamente 3 dias. Em algumas situações, as mulheres somente veem este corrimento após urinar, quando vão fazer a higiene e percebem o corrimento no papel;
  • Cólica ou dor na região abdominal: depois que o óvulo é fecundado, existe um aumento da circulação sanguínea na região pélvica feminina. Depois disto, os hormônios característicos do organismo da mulher começam a agir para que o óvulo fecundado permaneça intacto e a gestação possa ter continuidade. Isso pode acabar gerando uma certa dor abdominal. Ela pode ser confundida como uma cólica menstrual. Neste período, também é normal que a mulher possua perda de sangue “por baixo” mas em quantidades bem menores do que no caso de uma menstruação;
  • Seios doloridos: nos primeiros dias da gravidez a mulher percebe que seus seios ficam mais doloridos e sensíveis ao toque. Isso ocorre porque os hormônios que auxiliam na amamentação começam a agir desde cedo, preparando a mulher para este momento;
  • Inchaço no abdômen: isso acontece devido ao aumento da circulação sanguínea na região e ocorrência de adaptação do útero ao crescimento;
  • Sensação de cansaço: este é um dos primeiros sintomas da gravidez e ocorre devido as mudanças hormonais e redução dos níveis de glicose presentes na circulação sanguínea;
  • Náuseas e vômitos: esta dupla é um dos sintomas mais comuns da gravidez, se manifestando, na maioria das vezes, pela manhã. Estes sintomas podem começar no início da gravidez e permanecerem presentes por todo o período gestacional;
  • Tontura e sono intenso: estes sintomas ocorrem devido a uma queda da pressão arterial, diminuição dos níveis de glicose sanguíneos e de uma alimentação inadequada, causada pelos fortes enjoos e vômitos. Costumam aparecer logo nas primeiras semanas de gravidez e vão diminuindo de intensidade a partir da 20ª semana.

Tão logo você desconfie que está grávida, marque uma consulta com seu (ou sua) ginecologista e peça a realização de um exame de sangue realizado em laboratório para que a gravidez seja confirmada. Desta forma, você poderá reconhecer em que idade gestacional se encontra o neném e iniciar o pré natal. O pré natal visa o acompanhamento de todo o período da gestação, avaliando se o bebê está se desenvolvendo de forma correta, se há alguma anormalidade e prevenindo possíveis doenças e mal formações. Não deixe de realizar este acompanhamento pois ele é muito importante para a saúde da mulher e do bebê durante a gestação.

Agora que você já conhece os primeiros sintomas de gravidez, poderá identificar a ocorrência do período gestacional com mais rapidez, cuidando de sua saúde e se preparando para esse momento tão especial que é o nascimento de um bebê.



Deixe um Comentário